Mensagens de ódio e racismo poderão ser controladas na web através de aplicativo

banner

Aplicativo é criado para monitorar postagens que incitem a violência, ódio, racismo e intolerância.

Atualmente, as mídias sociais tem se tornado um ambiente encorajador para que pessoas pratiquem atos ilícitos. O caso mais recente que tomou proporção nacional foi da atriz Tais Araújo que sofreu injúria racial em uma foto postada no Facebook.

Esse tipo de crime tornou-se algo comum. Muitas vezes o agressor dissemina suas mensagens de ódio pela web porque existem recursos que permitem que o indivíduo permaneça anônimo. A identificação não é impossível. No entanto, é necessário a ajuda de profissionais. Como, na maioria dos casos, o agredido não procura por seus direitos, cria-se um ambiente de impunidade.

Aplicativo que controla comentários preconceituosos

Aplicativo que controla comentários preconceituosos

Pensando nesta situação, um aplicativo foi desenvolvido pelo Laboratório de Estudos em Imagem e Cibercultura da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). O programa irá monitorar todas as mensagens na web que tenham conteúdo de caráter depreciativo.

Este aplicativo permitirá que os agressores sejam identificados com mais facilidade. Com isso, é possível que o número de denúncias aumente e cause redução no número de crimes cibernéticos.

 

 

Funcionamento do Aplicativo

O aplicativo foi batizado como Monitor de Direitos Humanos e irá detectar o uso de palavras-chave nos posts e conversas que estimulem qualquer tipo de agressão como violência sexual e qualquer espécie de discriminação como racismo, homofobia, misoginia, xenofobia, entre outros. Os dados são armazenados e disponibilizados online.

O que você acha? Com as facilidades oferecidas pelo aplicativo, o número de denúncias pode aumentar? Deixe seu comentário!


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Menu Title