Pesquisa indica que internet nas escolas ainda é defasada

banner

No Brasil, a internet nas escolas ainda é um problema. Na área rural, esta realidade é ainda pior, segundo pesquisa realizada pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS).

Os problemas da internet no Brasil são arrastados há décadas e, aparentemente, a solução está distante de ser encontrada devido à infraestrutura do país. Quando o assunto trata-se de internet nas escolas, encontramos, no mínimo, uma situação preocupante.

Segundo dados levantados pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS), mais de 30 mil escolas da rede pública não possui qualquer tipo de conexão com a internet, o equivalente a 22% do número total de escolas.

Esta realidade é ainda pior na zona rural. Segundo pesquisa, a internet está presente em apenas 13% das escolas. Já nas escolas urbanas, em média 80% estão conectadas. No entanto, apesar de se tratar de uma porcentagem relativamente maior, ainda assim há um número alto de escolas que não utilizam o recurso. São cerca de 9 mil estabelecimentos sem rede, o que representa cerca de 4,5 milhões de alunos no país.

Nessas escolas, o governo federal possui uma iniciativa. O Programa Banda Larga nas Escolas tem parceria com empresas de telefonia para que ofereçam conexão em lei que prevê, ao menos, 2 Mbps. A meta estipulada permanece muito abaixo dos países emergentes que fornecem entre 50 e 100 Mbps.

internet

É possível concluir, desta forma, que a nata do problema são as escolas públicas de zonas rurais. Mesmo que haja uma lei vigente desde o ano de 2012 que prevê que as operadoras de celular ofereçam 4G gratuitos para instituições de ensino que atendam mais de 185 alunos.

Podemos perceber que o Brasil está muito aquém dos países emergentes. E não só isso, deixa a desejar no que tange ao acesso à informação de jovens estudantes da rede pública. Com base nisso, a Anatel afirmou estar acompanhando as implantações estipuladas por lei junto ao Ministério da Educação (MEC), sancionando quem descumprir a norma vigente.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Menu Title