O que o consumidor espera da sua empresa nas redes sociais

banner

Estar logado no facebook, twitter ou em qualquer outra rede social não significa que sua empresa esteja engajada na rede.

De nada adianta ter ferramentas poderosas nas mãos se não souber usar, ou se usá-las de forma errada.

As redes sociais cresceram tanto que hoje são o maior canal de comunicação e interação direta entre consumidores e marcas e, com isso, as empresas começaram a se preocupar com o feedback do público.

Veja algumas dicas para sua marca se sair bem com o público, mostrando um pouco a visão do consumidor em relação às empesas que estão nas redes sociais:

 

1. Frequência x Flood

“Periodicidade é gerar conteúdo relevante de forma constante e equilibrada, dando a certeza ao usuário que te acompanha que vale a pena ele fazer isso.”

Estar nas redes sociais e atualizá-las uma vez por mês só pra dizer um mero “bom dia”, “boa tarde”, “boa noite” não é nada legal.

A quantidade de informações que circulam na redes, é enorme, e em questão de minutos já mudou totalmente o assunto. Por esse motivo, você precisa postar com frequência e ser constante.

Mas, gerar conteúdo é diferente de “Floodar” a timeline dos seus usuários. Não seja o cara chato que fala tanta coisa ao mesmo tempo e sua conta vira uma bagunça.

Acontece a perda de seguidores pois o usuário não aguenta mais e deixa de te seguir, sem pensar duas vezes.

2. Relevância x Quantidade

“O consumidor da era das redes sociais sabe muito bem que sua empresa não é mais uma coisa, é uma pessoa”

Gerar conteúdos relevantes, é informar seu público sobre assuntos do interesse dele. Por exemplo, se você tem uma empresa de roupas, não adianta só colocar fotos das peças e os preços. Compartilhe conteúdos, gere intimidade com seus clientes e mostre a credibilidade da marca.

Compartilhe links, responda os feedbacks dos clientes, tanto positivos quanto negativos.

Interaja!

3. Identidade

“Branding é muito mais do que usar o logo na fachada e ter a mesma cor de parede em todas as filiais. Branding também está na linguagem”

A forma que sua empresa se comunica com os clientes tem que ser uma só, independente do meio utilizado. Se sua loja vende roupas para mulheres adultas, você não vai tratar

A forma com que sua empresa se comunica com os clientes precisa ser uma só, independente do meio utilizado. Ou seja, se a sua loja de sapatos é dirigida a mulheres adultas, você não vai abordar as seguidoras do Facebook como adolescentes ou meninas de 12 anos.

Cuidado para não desviar o foco do leitor para não perder seu público.

Mantenha sempre uma linha na comunicação, mas seja informal quando necessário.

4. Pessoal x Informal

“Perfil é para as pessoas, páginas para empresas”

Isso não só é uma requisição do próprio Facebook, mas sim uma coisa muito lógica. Veja:

  • No perfil, algumas informações são particulares e não devem ser vistas por todos.
  • No perfil, as pessoas precisam te adicionar como amigo. A página, o usuário pode curtir sem precisar esperar para ser aceito.
  • No perfil não dá pra ter abas com aplicativos e recursos interessantes que uma fanpage proporciona.

Ao criar um perfil com o nome da sua empresa para compartilhar publicações pessoais, além de você ter de adicionar como amigo pessoas desconhecidas, vai obrigar o cara a ver suas atualizações pessoais, quando tudo o que ele realmente queria era ver o conteúdo da empresa.

Sua empresa é vista como um todo, ou seja, você não é a Dona Maria, você é a loja loja de roupas da Dona Maria.

Cuidado com as suas respostas, com o tratamento ao consumidor e com ações que possam agredir as pessoas.

5.    Adaptação

“A grande vantagem da rede social é que ela é um gande campo para pesquisas”

Você pode saber tudo sobre seu público alvo. A faixa etária dos seus seguidores, sexo, localização, frequência e muito mais. Então, faça disso um ponto a favor da sua empresa.

Trate bem o seu seguidor, para que no mundo instantâneo das redes sociais você não seja esquecido.

Conclusão

Existem muito mais coisas para aprender e colocar em prática na internet. Mas ainda temos um oceano azul de estratégias para descobrir e o que conhecemos é ainda uma gota.

De qualquer forma, podemos começar a brincar.

 

Quer uma empresa especializada tomando conta das suas redes sociais?

Entre em contato conosco! Clique Aqui para mais informações sobre esse e outros serviços oferecidos pela Lógica Digital

 

 

 

 

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Menu Title