Propaganda da Claro que oferece Facebook, Twitter e Whatsapp grátis terá que ser retirada do ar por denúncia no Conar.

banner

Propaganda lançada aproximadamente a 10 dias pela Claro terá que ser retirada do ar. Segundo denúncia feita pela concorrente TIM ao Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) as informações passadas pela propaganda não são verdadeiras.

O termo “gratuito” usado na propaganda pela Claro, não é verdadeiro. Já que para os clientes da Claro terem acessos as esses serviços “gratuitos” é necessário pagar um plano mensal, alegou a TIM.

Segundo o o jornal O Globo, o Conselho de Ética do Conar estava analisando a denúncia, porém já havia emitido liminar que suspendia a propaganda, no entanto a campanha continua no ar.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Menu Title