Transforme seu hobby em profissão

banner

Por Olivia Pompeu para adzuna.com.br

O primeiro console de video game, o Odyssey, foi criado em 1972, resultado de uma evolução iniciada com os jogos eletrônicos da década de 50 e seu objetivo estritamente militar. Desde então, o desenvolvimento de jogos não para de crescer, evoluir e apontar o caminho do futuro, resultando em uma indústria que gera US$ 100 bilhões em faturamento e milhares de empregos diretos e indiretos no mundo.

No Brasil, o mercado é bastante significativo. O país é o 11º que mais “consome” games no mundo e começa ganhar atenção com a produção nacional de jogos. Por isso, a indústria de jogos já virou trabalho sério de gente grande e inúmeras instituições de ensino superior já oferecem cursos de graduação na área para os jovens que vislumbram transformar o hobby em profissão.

Até um jogo chegar às mãos do público, contudo, existe um envolvimento de diversos profissionais das mais variadas áreas. Por isso, as possibilidades no setor são inúmeras.  Abaixo, listamos as principais profissões da área:

  • Game Designer: como um diretor de um filme, é responsável por todo o processo de um jogo, desde a pré-produção até o lançamento. É o profissional que define a trama, a ambientação, os personagens e as regras.
  •  Roteirista: é quem desenvolve a trama do jogo, com foco na interatividade e atratividade de sua evolução e conclusão.
  • Redator: responsável por redigir toda a narrativa: diálogo, comentários ou qualquer texto que apareça durante o jogo. Também supervisionará textos na embalagem, descrição, manual, etc.
  • Produtor: é quem coordena as equipes de produção e gerencia todo o cronograma e orçamento de projeto.
  • Programador: responsável por desenvolver o código base do jogo através de linguagens de computação (como JAVA e C++, por exemplo) para criar a parte física de um jogo (como dirigir um carro ou pular).
  • Artista Gráfico: é o profissional responsável pela identidade e comunicação visual do jogo, como paleta de cores, formas, modelagem em 2D e 3D, etc., definindo a estética final.
  • Designer de Áudio: é quem cria, capta e manipula todo e qualquer som de um jogo, desde trilhas musicais às peças sonoras, como o som de uma explosão, por exemplo.
  • Game Tester: literalmente quem testa o protótipo de um jogo para verificar a jogabilidade, procurar por defeitos, erros ou falhas e até mesmo avaliar criticamente o jogo como um todo.

Há ainda oportunidades para profissionais de outras áreas, como marketing, relações públicas e vendas. Para encontrar uma oportunidade no setor, dê o play buscando na Adzuna!

Baseado no post original: https://www.adzuna.com.br/blog/2018/01/10/quer-transformar-o-hobby-em-profissao-conheca-carreiras-para-aficionados-em-videogames/

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Menu Title