Microsoft x Sony: Batalhas por Títulos Exclusivos

Rate this post
banner
Rate this post

Microsoft x Sony: Batalhas por Títulos Exclusivos

Sobre a compra da Activision Blizzard

Primeiramente: jogadores da plataforma PlayStation podem respirar! Apesar da compra da Activision Blizzard, “A Microsoft vai continuar a manter Call of Duty e outros títulos populares da Activision Blizzard no PlayStation honrando os acordos pré-existentes com a Activision”. Essa foi a afirmação feita pelo presidente da Microsoft, Brad Smith.

Ao que parece, a Microsoft continuará honrando os acordos entre Activision e Sony e anão pretendem mudar isso no futuro.

Tá, mas e a exclusividade?

Apesar da aparente rixa entre fãs da PlayStation e do Xbox, as empresas de games parecem se comprometer (até certo ponto) com a integração entre os jogadores: “não é nossa intenção afastar as comunidades dessa plataforma e continuamos comprometidos com isso”, disse o chefe da divisão de games da Microsoft.

Em contraponto, disse também que a empresa planeja manter alguns títulos exclusivo para a Xbox e ainda estão avaliando quais títulos da Activison valem a pena saírem para a plataforma da Sony.

Ao passo disso, a empresa afirmou que pretende manter o compartilhamento entre plataforma pelo menos aos próximos 3 CoD.

Tweet original do Jason Schreier. Fonte: https://twitter.com/jasonschreier/status/1486107899948642310?cxt=HHwWjMC5pdzQ258pAAAA

O que a compra da Activision Blizzard muda para os fãs

Como resultado, a compra feita pela Microsoft no valor de US$68,7 bilhões, trará benefícios para os jogadores de Xbox e PC, que vão poder aproveitar diversos títulos novos no Game Pass.

As expectativas estão em cima de jogos atualmente disponíveis na Battle.net, como Overwatch, World Of Warcraft, Hearthstone, StarCraft, Diablo e até o nostálgico Crash Bandicoot.

Gigantes dos Games

Além das gigantes Sony e Microsoft, outra gigante (e nostálgica) dos games também está nos planos de compartilhamento de títulos: a Nintendo.

Smith explica que títulos como CoD estarão disponíveis para a Nintendo continuarão dando suporte as plataformas de sucesso da empresa, como o Switch.

Contudo, essas mudanças ocorrerão apenas após o fim da transação, que está prevista para ser concluída no ano fiscal de 2023.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando...