Tráfego Pago: O que é como funciona de verdade no e-commerce?

5/5 - (1 vote)
banner
5/5 - (1 vote)
Quem é empreendedor de lojas virtuais deve sempre estar atento às novidades e saber como realizar um bom tráfego pago para o seu e-commerce.

Isso precisa ser feito para que as pessoas realizem compras na sua loja e conheçam seu site.

No entanto, a forma mais prática para conseguir isso é por meio dos anúncios pagos em diversas plataformas e claro, nas redes sociais.

Para te ajudar, preparamos esse artigo com as estratégias para você saber o que é e como funciona o tráfego pago no e-commerce. Até porque é importante contar com empresas especializadas na gestão de e-commerce

E alie esse conhecimento com nosso artigo 7 dicas de como aumentar o tráfego orgânico do site de sua empresa.

Vamos lá?

O que é tráfego pago?

De forma simples, tráfego pago é todo um resultado de investimento em mídia paga em qualquer tipo de anúncio na internet.

Esses anúncios podem ser realizados de duas maneiras.

  • Custo por clique (CPC): Você é cobrado sempre que seu anúncio for clicado.
  • Custo por mil impressões (CPM): Você é cobrado apenas para que seu anúncio apareça tendo ou não cliques.

Entretanto, consiste em efetuar pagamentos para sites de buscas nas primeiras opções de busca no navegador ou em redes sociais aparecendo no feed de notícias dos usuários.

Assim, quando alguém clica no anúncio é automaticamente direcionado para o seu site.

O tráfego pago pode ser feito em plataformas, sendo elas:

  • Google Ads;
  • Facebook Ads;
  • Instagram Ads;
  • YouTube Ads.

Como funciona o tráfego no e-commerce

O tráfego atua como uma forma de tornar mais rápido fatores positivos para o seu e-commerce, sendo maiores visitas e consequentemente vendas.

Promover tráfego para e-commerce proporciona maior visibilidade para a marca aumentando a autoridade da sua empresa perante os consumidores.

E isso melhora o reconhecimento da marca.

Diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico

O tráfego pago não é uma forma exclusiva de conquistar visitantes para o seu site. O tráfego orgânico também pode te ajudar nisso.

De forma resumida, o tráfego orgânico não possui nenhum custo direto, sendo assim os visitantes chegam a sua página de forma natural, por um conteúdo que chamou a atenção.

Já o pago, os anúncios aparecem involuntariamente em páginas para chamar a sua atenção “forçando” a clicar e entrar no site.

Com isso, é possível perceber que o tráfego pago é a maneira mais rápida de crescer no mercado.

Enquanto o orgânico conta com um processo mais demorado e ainda depende de constância e frequência.

Além do orgânico ter uma forte influência com as estratégias de SEO. Assim, entenda as vantagens de trabalhar com as métricas de SEO.

Mesmo assim, ambas as estratégias são importantes para alcançar bons resultados.

Como fazer tráfego pago para e-commerce?

Para gerar tráfego pago em e-commerce, é necessário se cadastrar em uma plataforma Ads.

Pois esse sistema online poderá criar e veicular seus anúncios nos buscadores e nas redes sociais.

Cada plataforma conta com regras para criar e divulgar link ou posts patrocinados.

Um dos pontos mais importantes é saber por qual motivo sua página precisa ser vista, você conhece bem sua marca, seus produtos e o público que está lidando?

Além disso:

  • Crie mais de um anúncio;
  • Tenha uma mensagem clara e objetiva;
  • Use e abuse de ferramentas;
  • Realize campanhas de remarketing.

Quanto investir em tráfego pago

Não basta apenas investir, é preciso ter consciência de que nem todos os dias seus resultados serão positivos ou o esperado.

Separe um valor antes de começar a investir, certifique-se de que seus indicadores financeiros estão a seu favor.

O valor investido não pode causar grandes impactos no seu caixa, no caso dos resultados não serem muito bons.

Você deve estar se perguntando. Afinal, quanto eu devo investir em tráfego pago?

Vamos lá. Dependendo das suas escolhas, você deve separar um valor que não cause danos a seu negócio, observar a persona para decidir qual plataforma usar.

É indicado que seja investido um valor que auxilie a ter lucros mesmo que seja feita apenas uma venda por dia.

Meça seus resultados e veja o que fará sentido para o seu e-commerce.

Dicas para fazer tráfego pago

Promover um aumento de tráfego no seu site, não quer dizer que terá um aumento das vendas.

Esse tráfego qualificado pode trazer grandes insights para a empresa. E para entender e transformar esses dados em inteligência e estratégia, considere um curso de power bi.

Pensando nisso, separamos algumas dicas.

Acompanhe:

  • Escolha a melhor ferramenta: nem sempre o público alvo estará no YouTube ou em redes sociais, então, antes de qualquer investimento, pesquise para saber onde está o seu público-alvo;
  • Disponibilize brindes: quando o consumidor sabe que vai ganhar alguma coisa, ele acaba finalizando a compra apenas pelo brinde. Invista em premiações para seus consumidores;
  • Segmente o público dos anúncios: quanto maior a diversidade de produtos maior será a diferença entre públicos. Crie anúncios diferentes para cada um deles.
  • Seja claro e objetivo: o cliente precisa entender o que você quer transmitir com o anúncio. O que facilita na hora de decidir a compra.

Agora que você já sabe como funciona o tráfego pago, é hora de tornar seus anúncios ainda mais efetivos.

Lembre-se: quanto mais estudar e conhecer seu público, melhores serão os resultados.

Para deixar você com mais conhecimento sobre e-commerce e marketing, que tal conhecer o nosso blog?

1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando...